Sindicatos se unem para acompanhar a reforma da previdência

  • sexta, 14 de maio de 2021


Vice-presidente do Sindelpol Luiz Eduardo Miranda; Gutembergue de Oliveira, presidente do SindSistema; presidente do Sindelpol, Leonardo Affonso; Luiz Cláudio Cunha, vice-presidente do Sindpol

Os Sindicato dos Delegados de Polícia (SINDELPOL-RJ), Sindicato dos Policiais Civis (SINDPOL-RJ) e Sindicato dos Policiais Penais (SINDSISTEMA PENAL RJ) decidiram em reunião na última quarta-feira (12), que irão trabalhar em conjunto por uma reforma previdenciária justa, uma vez que essas categorias estão inseridas no artigo 144 da Constituição Federal.

Participaram da reunião o presidente do Sindelpol-RJ, Dr. Leonardo Affonso e o vice-presidente, Dr. Luiz Eduardo Miranda; Luiz Cláudio Cunha, vice-presidente do SINDPOL- RJ; Gutembergue de Oliveira, presidente do SindSistema Penal-RJ, e Elisete Henriques, diretora de Comunicação/SindSistema, para discutir a ação conjunta.

Foram discutidos também o Regime de Recuperação Fiscal e os seus reflexos no Estado do Rio de Janeiro, a PEC 32/2020 (Reforma Administrativa) e a atuação da Procuradoria Geral do Estado em causas contra os servidores.

Em primeiro momento, o principal tema discutido na reunião entre os representantes foi preocupação com a Reforma Previdenciária.

"Nesse primeiro momento estamos preocupados quanto à reforma da Previdência no estado e os impactos que isso pode causar, apreensivos com o molde que será proposto pelo Governo do Estado. Por isso decidimos unir os sindicatos, com uma pauta única neste aspecto. Estamos discutindo as possibilidades e prezando que seja algo justo", afirmou Leonardo Affonso, presidente do SINDELPOL-RJ.

Os representantes firmaram um acordo de ação conjunta nesta e em outras pautas que sejam relativas às atividades comuns das três categorias.